quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Testemunho: Lideres de Desbravadores Evangelizam Vizinhos


Sou Henderson Rogers, de Maceió-AL e adquiri recentemente a antena SKY para poder ter em casa o Canal da Esperança, o Canal Novo Tempo. Percebi que foi no tempo certo, pois tenho aproveitado as programações especiais que passam na Novo Tempo para convidar amigos e vizinhos a assistirem junto com minha esposa (Francine) e eu, e assim transmitirmos a mensagem de Esperança para eles.

Somos diretores do Clube de Desbravadores Vulcões, da Igreja Adventista do Sétimo Dia do Benedito Bentes I e temos feito de tudo para levar a mensagem de Esperança a todo o mundo a partir de nossa vizinhança. O Clube, apesar de tremendas dificuldades financeiras, etc., graças ao bom Deus, encaminhou 10 vidas a Jesus até o Batismo da Primavera, tanto desbravadores de 10 a 15 anos, quanto os pais deles e membros da diretoria e temos aproveitado todas as oportunidades para levar as famílias desses desbravadores, que não são adventistas, aos pés de Jesus.

Para tanto, atuamos desde os Lares de Esperança (em Maio), onde muitos dos que foram batizados tinham sido nossos convidados especiais, passando pelo Impacto Esperança (em setembro), onde causamos um forte impacto em nossa comunidade, até as Classes Bíblicas do Clube, que são semestrais (1ª e 2ª temporadas em 2009).

Como em nosso distrito (Benedito Bentes), apenas a igreja Central tem a antena parabólica e tem transmitido a programação pela reprise do Canal Executivo, visto que o nordeste não está em Horário de Verão, e ela é muito distante da nossa vizinhança, aproveitamos a oportunidade que Deus nos deu através da transmissão pela SKY e mobilizamos o Clube de Desbravadores Vulcões para convidar nossos amigos, vizinhos e parentes, pelos quais temos orado desde o início do ano, para assistir ao Projeto Futuro com Esperança, em nossa humilde casa que apesar de pequena, desde sábado, tem comportado cerca de 25 pessoas, entre vizinhos e familiares convidados pelo clube, para a honra e glória de Deus! (Sendo assim, não são apenas 10.000 auditórios como anunciados pelo Pr. Odailson Fonseca, mas 10.001)

Utilizamos o material disponibilizado na internet (o cartão de chamado, o sermão com perguntas, etc.) o qual imprimimos e temos dado para os convidados, bem como as histórias para menores disponibilizadas na Revista Adventista para as crianças que nos visitam. Por isso, agradeço a Deus pela organização da IASD como um todo por este evento tão decisivo para a vida de milhares de pessoas, quer seja pela rádio, internet, TV, Canal Executivo ou até pelos materiais impressos, e parabenizamos a todos que estão envolvidos.

Podemos não conseguir reunir milhares de pessoas em nossa igreja (como é um sonho pessoal nosso), mas uma coisa é certa: Estamos fazendo a nossa parte, da melhor maneira que podemos para alcançar pessoas que talvez não seriam alcançadas de outra forma, e usando os nossos recursos concedidos por Deus, que são a SKY e os Desbravadores do Clube Vulcões.

Fonte: http://blog.portaladventista.org/esperanca/

Nota: Faça o mesmo, ainda temos 3 dias para o final da série com Mark Finkey. Depois seguiremos testemunhando sempre, é lógico. Você encontra materias disponibilizados aqui para melhor transmitir a mensagem de Esperança para sua vizinhança.

Você (ainda) Toma Café?


Aquilo que é prejudicial à saúde também o é em pequenas doses

1. “Nos últimos 20 anos, vários estudos, sobretudo europeus, concluíram que o hábito de beber café muito forte pode aumentar significativamente os níveis de colesterol”

2. Uma análise canadense verificou que mulheres grávidas que consumiam cafeína equivalente a duas xícaras de café por dia apresentaram um número de 36% maior de abortos do que as mulheres que bebiam uma quantidade menor.

3. Existe relação entre café e câncer de bexiga. A revisão de dez estudos europeus comprovou que o risco maior está nos viciados em café (dez xícaras ou mais por dia);

4. A cafeína é um estimulante presente no café e causa dependência. “Chá preto, mate, chimarrão, tereré, guaraná em pó e um grande número de refrigerante são outras fontes de cafeína.” (Revista Adventista agosto de 2001, pág.14)

5. Mulheres grávidas, com chances de engravidar ou lactentes se tomam mais de duas xícaras por dia podem abortar ou ter um lactente irrequieto;

6. Quem sofre de azia, ansiedade e nódulos fibrocísticos nos seios pode sentir-se melhor com a diminuição do consumo de café;

7. O café pode deixar a pessoa agitada e com dificuldade para dormir. “Se você se pegar virando na cama sem dormir, diminua a quantidade de café, chá, refrigerantes à base de cola e bebidas alcoólicas.” A falta de sono pode deixar reflexos lentos (causando muitos acidentes) falhas de concentração (atrapalhando os estudos) anuviar a mente (desmotivando o estudo da Bíblia e oração) e pode afetar o sistema imunológico (comprometendo a saúde);

8. Alimentos torrados geralmente não apresentam nutrientes devido ao processo de queima. Note que o amendoim por exemplo é apenas tostado.

9. Ó hábito de tomar café normalmente torna-se um vício. Os vícios privam o cristão de seu mais precioso direito: a liberdade. No voto batismal aceitamos “que o corpo é o templo do Espírito Santo, e que é seu dever honrar a Deus cuidando do mesmo, evitando o uso daquilo que é prejudicial” (entre eles o café é claro) (Manual da Igreja pág. 33) e adotou a doutrina “Conduta Cristã” segundo a qual “para que o Espírito recrie em nós o caráter de nosso Senhor, devemos cuidar dele inteligentemente... devemos adotar a alimentação mais saudável possível” (Manual da igreja pág. 16 doutrina 21)

10. A Igreja Adventista do Sétimo Dia mantêm o princípio de que “não vendemos aquilo que não consumimos” (ver I Coríntios 10:33)... Se acreditamos que o café é prejudicial à saúde, não devemos comercializá-lo.” (Revista Adventista janeiro de 2000, pág. 37)

11. O café e o chocolate são alimentos perigosos para quem sofre de enxaqueca. Podem causar ou acentuar problemas de dor de cabeça. (Idem pág. 14) Ellen White recomenda a abstenção do café e chá (preto) para prevenir dores de cabeça;

12. Alimentos muito quentes (como normalmente é tomado o café) podem prejudicialr saúde (Os campeões São Vegetarianos, pág. 17)

13. “A longo prazo a cafeína acelera a perda da memória e da capacidade de aprendizado.” (RA, agosto de 2001, pág. 14)

14. "A cafeína provoca ansiedade, agitação, inquietação, insônia, sensação de estar ligado e sintomas somáticos relacionados ao coração e ao tubo digestivo. É comum que... precipite sérias crises em pacientes com esquizofrenia e doença maníaco-depressiva.” – (Current Diagnosis and Treatment/2000, pág. 1.070. (Citado em RA, agosto de 2001, pág. 14)

15. Substâncias que causam dependência ativam os sistemas de stress, aumentando a quantidade de corticóides e acelerando a perda de neurônios e o envelhecimento do cérebro (Idem pág. 14)A cafeína por ser estimulante, obriga o cérebro a trabalhar mais intensamente, mesmo que já esteja exausto. Assim, a cafeína aumenta o consumo de glicose pelo cérebro, mas, ao mesmo tempo, diminui a circulação cerebral e diminui a concentração de glicose no sangue. Isso causa um total desarranjo do cérebro. (Annals of Internal Medicine, 15/10/1993, págs. 799 a 804 citado em (RA, agosto de 2001, pág. 14). Segundo o Doutor Hélnio J. Nogueira as afirmações que aparecem de vez em quando na imprensa e TV “dizendo que o café é bom para ‘desenvolver a inteligência’ e que as crianças deveriam tomar mais café para ter um melhor desempenho escolar” são criminosas. (RA agosto de 2001 pág. 14)

16. As advertências de Ellen White: “Os que recorrem ao chá [preto, mate] e ao café como estimulantes para o trabalho, experimentarão os maus resultados dessa maneira de proceder em nervos trêmulos e falta de domínio. Nervos cansados necessitam de repouso e tranqüilidade... Se suas forças, porém, continuam a ser incitadas pelo uso de estimulantes, há, quando esse processo é repetido, uma diminuição da força real. Por algum tempo pode realizar-se mais sob o incitamento artificial, mas gradualmente se torna mais difícil suscitar as energias ao ponto desejado, e por fim a natureza exausta não pode mais corresponder.” (Conselhos sobre o regime Alimentar pág.422 “Tomar chá e café é pecado, condescendência prejudicial, que, como outros males, causa dano à alma.” – Idem pág. 425

Ribamar Diniz (Bacharel em Ciências da Religião e estudante de Teologia na Universidade Adventista da Bolivia)


OBS: Textos sem indicação foram basados em Revista Seleções – Reader’s Digest agosto de 2002, págs. 61-63, 119

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Google Prepara Serviço de Busca de Música


A Google vai lançar um novo serviço de busca de música. Poucas informações foram divulgadas, mas os prováveis nomes para o novo site são “Google Music”, “Google Áudio” ou “One Box”.

Sites de música como Lala, ilike e outros, irão anunciar a parceria com a Google na próxima quarta-feira, 28, na gravadora Capital Records, em Hollywood. O evento vai contar com a presença de convidados como a banda OneRepublic e membros do Linkin Park e Dead by Sunrise. O novo serviço de busca de músicas da Google vai incluir canções das quatro grandes gravadoras.

O site iLike oferece amostras de músicas com duração de 30 segundos e outras completas, além de vender MP3. O site Lala atualmente permite que usuários registrados tenham acesso a canções e álbuns completos uma única vez para depois vendê-los.

Cristãos Perseguidos na Somália

Onde é mais difícil ser cristão? Acredita-se que existam mais de mil cristãos em uma população de 8 milhões e talvez alguns diásporas. A milícia islâmica Shabab, que controla o sul da Somália, dedica-se a acabar com eles. Capturar e matar cristãos é uma boa propaganda para o Shabab.

Os cristãos tentam não chamar atenção escondendo bíblias, não fazendo reuniões públicas e freqüentando mesquitas de maneira discreta. Igrejas católicas e cemitérios foram destruídos e a última freira, que trabalhava em um hospital, foi assassinada. O sheik Sharif Ahmed é a favor da moderação, mas diz que todos que nascem na Somália são muçulmanos e quem se converter poderá ser condenado a morte. Todo mês vários somalis são assassinados por serem cristãos.

Segundo grupos cristãos e outras fontes, pelo menos 13 membros de igrejas clandestinas foram mortos nos últimos meses. Desde que o Shabab surgiu muitas pessoas foram mortas.

Fonte: opinião e noticia

Assista Esperança no seu Computador


Assista uma mensagem de esperança com o orador internacinal Mark Finley durante essa semana. É só acessar Futuro com Esperança e assitir na tela do seu computador.

Homem é preso com 14 cobras amarradas ao corpo na Noruega


A alfândega norueguesa anunciou nesta segunda-feira que prendeu um homem que tentou entrar no país com 14 cobras e dez filhotes de lagarto amarradas a seu corpo.
As cobras não venosas, mas grandes, estavam enroladas e escondidas em pequenos sacos presos a um cinturão usado pelo passageiro, que chegou no domingo (25) a bordo de um ferry procedente da Dinamarca e cuja identidade não foi revelada.
Os filhotes de lagarto se encontravam escondidos em caixinhas atadas a suas pernas.
O curioso carregamento foi descoberto quando o homem foi revistado depois que os funcionários da alfândega encontraram uma tarântula em sua mala.

Ataque a Prédios do Governo mata 132 no Iraque


A explosão de dois carros-bomba perto de edifícios do governo deixou ontem pelo menos 132 mortos e mais de 500 feridos no centro de Bagdá, no ataque mais violento no Iraque dos últimos dois anos. Os carros-bomba estavam estacionados e explodiram quase simultaneamente. O primeiro, ao lado do Ministério da Justiça, e o segundo, perto da sede da Prefeitura de Bagdá, a alguns metros do Hotel Mansur.
Ambos os edifícios ficam muito próximos da chamada Zona Verde, considerada a região mais segura de Bagdá e onde se concentram embaixadas e vários ministérios. Em agosto, um atentado semelhante contra prédios ministeriais em Bagdá deixou 101 mortos.Autoridades do governo iraquiano atribuíram o ataque à Al-Qaeda e disseram que seu objetivo era minar os progressos políticos do país, a poucos meses das eleições gerais de janeiro. "Os responsáveis por esses ataques não escondem que desejam atingir o Estado, paralisando o processo político e o que nós estamos construindo há seis anos", disse o presidente iraquiano, Jalal Talabani.

Apesar de o Iraque ter assistido a uma redução significativa da violência com o controle dos conflitos sectários - a maioria entre sunitas e xiitas -, ataques como esse mostram que ainda há enormes deficiências na área de segurança. "Havia sangue pelas ruas e corpos carbonizados", disse uma testemunha. As explosões ocorreram às 9h30 locais (4h30 de Brasília). Entre as vítimas estão muitos pedestres que passavam pelo local, além de funcionários públicos e hóspedes do Hotel Mansur.

Cerca de 20 carros que estavam estacionados perto dos edifícios atacados ficaram destruídos. Casas, lojas e empresas tiveram seus vidros estilhaçados. O primeiro-ministro Nouri al-Maliki visitou o local do ataque pouco depois das explosões e prometeu levar à Justiça os responsáveis pelas mortes.

Não ocorria uma tragédia desta magnitude no Iraque desde 14 de agosto de 2007, quando mais de 250 pessoas morreram com a explosão de quatro caminhões-bomba na Província de Ninawa, no atentado mais sangrento desde a queda do regime de Saddam Hussein, em 2003. Perto do local dos atentados de ontem, alguns edifícios oficiais ainda estão sendo reconstruídos após ataques que em agosto mataram 65 pessoas na sede da chancelaria, 28 no Ministério das Finanças e 8 no da Saúde.

A rua em que um dos atentados ocorreu ontem havia sido reaberta para o trânsito de veículos há alguns meses. Os muros foram reconstruídos para ampliar a rua - o que permitia que os carros passassem mais perto dos prédios oficiais. Na época, a reforma foi interpretada por Maliki como um sinal de que havia avanços na questão da segurança.

Nota: Essa foto do soldado com a metralhadora ilustra uma triste, porém, atual realidade no Oriente Médio: os atentados já fazem parte da ordem do dia a muitos dias naquela sofrida região. Alguns moradores do Iraque e cercanias, áreas próximas aonde viveu Jesus Cristo, que sempre pregou a paz e a tolerância, não imitam hoje seu exemplo. Os grupos terroristas que foram responsáveis pelos atentados de ontem precisam ser punidos. Mas, o mais triste, é que o ser humano oriental ou ocidental passa por um período de extrema crise pessoal e espiritual. Por um lado, deseja assumir as rédeas do mundo a qualquer custo, mesmo derramando sangue inocente. Outros, por sua vez, preenchem seu vazio interior emprestando sua coragem e talentos a tais grupos armados. Paulo previu o comportamento do homem desorientado de nossos dias, quando afirmou que “nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem…” II Timóteo 3:1-3. Embroa não devemas nos acomodar pelo cumprimento de uma profecia que traz um aspecto negativo sobre a sociedade (no caso a crueldade humana), mas tentar mudar a situação no nosso círculo de influência, não se pode deixar de alegrar pela proximidade da volta de Jesus.

Mulher Jovem e Inteligente faz Casamento durar, diz Pesquisa


Uma pesquisa britânica afirma que o segredo para os homens terem um casamento feliz e duradouro é escolher uma esposa mais inteligente e, no mínimo, cinco anos mais jovem. Essa combinação, segundo os pesquisadores da universidade britânica de Bath, é a que tem maior probabilidade de dar certo no longo prazo, especialmente se nenhum dos dois tiver sido divorciado no passado.

O trabalho foi publicado na revista científica European Journal of Operational Research. Os pesquisadores entrevistaram mais de 1,5 mil casais casados ou em relações estáveis. Após cinco anos, eles checaram quais casais ainda estavam juntos.

Fatores objetivos

Os cientistas descobriram que, em casos onde a esposa era mais velha que o marido em cinco anos ou mais, as chances de divórcio aumentaram para três vezes. Se a diferença de idade é invertida - com o homem mais velho do que a mulher - as chances de sucesso no casamento aumentam.

Outro fator é o grau de educação da mulher. Quanto maior a escolaridade da esposa, maiores são as chances de o casamento durar, segundo a pesquisa. Os casais em que nenhuma das pessoas foi divorciada também teriam mais chances de ficarem juntos por mais tempo. Mas casais em que apenas uma das pessoas foi divorciada são mais instáveis do que casais em que os dois já foram casados antes.

Para Emmanuel Fragniere, o pesquisador que conduziu o trabalho, homens e mulheres escolhem seus parceiros "com base no amor, atração física, semelhança de gostos, crenças e atitudes, e valores em comum", mas fatores objetivos - como idade, educação e origem cultural - também podem ajudar a diminuir os casos de divórcio. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Objeto espacial abre cratera de 10 metros na Letônia


Geológos estudam local e acreditam ser um meteorito

Uma cratera de dez metros de diâmetro provavelmente causada por um meteorito foi encontrada nesta segunda-feira, 26, no interior da Letônia, segundo um comunicado do Ministério do Meio Ambiente.

O objeto que formou a cratera caiu no domingo, 25, em Mazsalaca, a cerca de 170 quilômetros da capital Riga. A abertura tem cinco metros de profundidade e 10 metros de diâmetro.

O Ministério informou que já enviou uma equipe de geólogos para estudar o caso e a expedição deve durar três dias. Segundo o documento emitido pelo órgão, a última vez em que um meteorito caiu na Letônia ocorreu em 1890, sem deixar crateras, entretanto.

Uma Jovem de 165 anos!


Os aniversários são momentos de muita alegria, gratidão, celebração e valorização das pessoas. Ontem minha sobrinha mais velha completou 15 anos. Magda é uma simpática e educada jovem, sempre rodeada por muitos amigos. Entre suas qualidades mais apreciadas se encontram o gosto pela leitura, o senso de humor, a simplicidade e o altruísmo. Ela também está consciente de sua missão no mundo e de seu papel como porta-voz de uma nova geração que deseja mudanças. No domingo os familiares se reuniram agradecer pela vida de Magda, reafirmando seu valor para cada um de nós.

Outra jovem também está aniversariando esses dias. A data em que ela nasceu é 22 de outubro. Mas, diferente de Magda, ela completa 165 anos! Através desse artigo vamos conhecê-la, rever sua trajetória, analisar suas características e missão no mundo pós-moderno.

No último dia 22 a Igreja Adventista do Sétimo Dia completou 165 anos. É dessa jovem que estou falando. Chamou-a de jovem por duas razões: Primeiro porque em comparação com as igrejas protestantes tradicionais é relativamente nova. Segundo porque “a mocidade é medida não tanto pelas folhas do calendário, como pela elasticidade do espírito.”[1] “juventude não é um período da vida...ninguém fica velho por ter vivido um certo número de anos. Só se envelhece quando se abandonam os ideais.”[2] Embora falem de juventude humana, esses textos podem ser aplicadas a Igreja Adventista. A meu ver ela segue com um espírito excelente, e vive ainda seus nobres ideais. Durante o mês de outubro a família adventista mundial estará reunida em diferentes lugares para celebrar a vida da Igreja, louvando a Deus por sua obra e reafirmando sua importância na vida de cada fiel.

Quando A Jovem era Criança

Atualmente a “Igreja de Deus na Terra” é formada por muitas línguas e nacionalidades, muitos usos e costumes, “bem como diferentes níveis sociais, culturais e econômicos.”[3] Os mais de 15 milhões de adventistas estão presentes em 2008 países, constituindo “ uma igreja multicultural que congrega pessoas das mais variadas etnias. Essa diversidade de aparências e de culturas se acha unificada em uma mesma esperança-a segunda vinda de Cristo em glória e majestade.”[4]

Quem lê essas palavras não imagina o humilde início. Tudo começou com uma pequenina igreja em um único país, formada por oito pessoas que falavam a mesma língua, mas mantinham a mesma esperança. Embora com a língua falassem o mesmo idioma (inglês) com o coração pregavam a mesma esperança, a parousia.

O fim do século 18 e o início do 19 viram um reavivamento mundial de interesse nos ensinos sobre a segunda vinda de Cristo. “Muitos intérpretes protestantes ficaram convencidos, mediante estudo das profecias bíblicas, de que Cristo voltaria provavelmente ao redor da década de 1840... o batista Guilherme Miller, de Low Hampton, Nova Iorque”[5] fundador e maior expoente do Adventismo nos EUA[6] “começou a pregar suas idéias em 1831” e teve a adesão de vários “líderes evangélicos”, transformando “o Milerismo em um dos movimentos religiosos mais influentes na América do Norte daquela época.”[7]

A base do Adventismo era Daniel 8:14: “Até duas mil e trezentas tardes e manhãs e o Santuário será purificado”. Como um dia profético equivale a um ano literal (Números 14:34; Ezequiel 4:5, 6) e o período começa no ano do decreto da reconstrução de Jerusalém (Daniel 9:25/457 a.C.) descobriu-se que se estenderia a 1844 quando o Santuário, que se acreditava ser a Terra seria purificado pelo fogo da segunda vinda de Cristo.[8]

Como Jesus não veio, “o grande desapontamento” dividiu o movimento em várias direções. Após estudo profundo das Escrituras, um pequeno grupo conclui “que o término das 2.300 tardes e manhãs apontava não para a segunda vinda de Cristo, mas para o início de uma nova fase no sacerdócio de Cristo no santuário celestial (Daniel 7:9-14; Apocalipse 11:14) bem como para o começo da proclamação das três mensagens angélicas de Apocalipse 14:6-12”[9].
Surgia com um punhado de crentes oriundos do movimento milerita (liderados pelo casal Tiago e Ellen White e José Bates) o “movimento adventista sabatista” que, em 1860 adotou o nome “Igreja Adventista do Sétimo Dia” e em 1863 organizou-se através da Associação Geral para levar o “evangelho eterno a cada nação, e tribo e língua e povo.” (Apocalipse 14:6). Como escreveu Victor Casali, “quem levou a causa da segunda vinda a seu clímax, foi Guilherme Miller. E a Igreja Adventista do Sétimo Dia surgiu de seu movimento de extraordinário alcance.”[10]

Após espalhar-se pelos EUA e América do Norte a mensagem adventista, até o final do século XIX, alcançou os continentes europeu, australiano, africano e asiático[11]. Nesse mesmo período chegou ao Brasil, onde temos a maior população adventista mundial. A mais de um século e meio os adventistas anunciam a bendita esperança cristã.

Quem é esta Jovem?

Dois conceituados eruditos adventistas declaram que a Igreja Adventista tem grande relevância dentro do Cristianismo:

Para o teólogo Alberto R. Timm ela é “um movimento profético comprometido com a exaltação da pessoa e obra de Jesus Cristo e com o processo de restauração final dos ensinos bíblicos.”[12]
O livro do apocalipse corrobora essa afirmação, quando diz que a manifestação da igreja no tempo do fim guardaria os “os mandamentos de Deus” e teria “a fé de Jesus” (Apocalipse 12:17).

A igreja de Deus tem oferecido Jesus às multidões que anelam um Salvador, restaurando também seus principais ensinos a cristandade. Como a fênix mitológica, ressurgiu após o grande desapontamento, e das cinzas de uma amarga decepção, restaurou a verdade jogada por terra pelas tradições humanas, oferecendo ao mundo a verdade “tal como ela é em Jesus” (Efésios 4:21).

Já para o editor e escritor Clifford Goldstein “a Igreja Adventista do Sétimo Dia é a igreja remanescente da profecia bíblica, e... nossa mensagem é a verdade presente... movimento mais importante desde a Reforma Protestante.”[13]

A Igreja Adventista, a despeito de toda sua estrutura organizacional, é mais bem definida como um movimento. Embora siga o princípio de “ordem e decência” se vê como o anjo que voa rapidamente pelo meio do céu, tendo o evangelho eterno para pregar aos moradores da terra (Ver Apocalipse 14:6). Assim como os heróis da Reforma, os membros da igreja têm, de maneira rápida, espalhado a mensagem do evangelho a multidões desejosas de aprender.
Embora não sejam exclusivistas com respeito à salvação, os adventistas crêem baseados em evidências bíblicas, ser o povo de Deus na atualidade, “a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade” (I Timóteo 3:15)

A Missão dessa Jovem

A comemoração do aniversario da igreja acontece em um momento de grandes projetos missionários de alcance mundial. Um deles é uma mega-campanha com o orador internacional Mark Finley, transmitida do Brasil em português e da Bolívia para os países hispanos[14] durante os meses de outubro e novembro, respectivamente. Esse projeto começa quando o “Siga a Bíblia” se despede do Brasil. O povo da Bíblia preparou uma grande Bíblia escrita em vários idiomas que circula o globo, para manter viva entre a comunidade internacional o amor a Palavra de Deus. A viagem culminará com o congresso mundial da Igreja em 2010 nos EUA.[15] Outro projeto de dimensões mundiais é a distribuição de literatura cristã através dos membros da igreja. O livro da vez chama-se “Tempo de esperança”, escrito por Mark Finley, que segue a distribuição em massa de “Sinais de Esperança” (Alejandro Bullón), Caminho a Cristo e O Grande Conflito (ambos de Ellen White).

Esses e outros projetos que estão sendo levados a cabo em diferentes lugares, alguns com pouca visibilidade, outros recebendo cobertura da imprensa, são manifestações do desejo da jovem adventista concluir uma obra começada a 165 anos. Ellen White escreveu que “a Igreja é o instrumento apontado por Deus para a salvação dos homens. Foi organizada para servir e sua missão é levar o evangelho ao mundo.”[16]
Conclusões

Apesar de já ter mais de um século e meio, a jovem Igreja Adventista não perdeu nada de sua vitalidade. Pelo contrário, à medida que nos acercamos da volta de Jesus, ela parece mais saudável, mais forte e disposta a testemunhar desse grande acontecimento. Porque sabe que “estamos em direção ao Lar. Um pouco mais e a luta findará! Possamos nós, mesmo em meio aos conflitos, manter a visão das coisas jamais vistas - do momento em que o mundo for revestido da luz celestial, quando os anos transcorrerão repletos de felicidade, quando as Estrelas da alva juntas cantarão e os filhos de Deus regozijarão com Ele. ‘Não haverá mais pecado nem morte.’’Esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que estão adiante...’vamos ‘prosseguir para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.’”[17]
Ribamar Diniz (Bacharel em Ciências da Religião e estudante de Teologia na Universidade Adventista da Bolívia)

Referências

1. S. Julio Schwantes, Colunas do caráter, (Santo André, São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 1980), 86.
2. Ibid. 87.
3. Rubens Lessa, Revista adventista, agosto de 2000, pág.2. Casa Publicadora Brasileira: Tatuí, São Paulo.
4. Revista adventista, agosto de 2000, pág.29. Casa Publicadora Brasileira: Tatuí, São Paulo
5. (Revista Adventista, junho de 2002, pág.8.
6. George Night, Uma Igreja Mundial (Casa Publicadora Brasileira: Tatuí, São Paulo, 2000), pág. 9-24.
7. Revista Adventista, junho de 2002, pág.8. Segundo Victor Casali, 300 ministros se uniram a Miller. Chegaram a ter auditórios de 15.000 pessoas. Editaram umas 50 revistas diferentes, com uma tiragem total de 5.000.000 em 1844. Mais de 50.000 pessoas aceitaram a mensagem da volta de Jesus. Revista adventista, agosto de 1994 (Tatuí: São Paulo, 1994), pág.8. Já Alberto Timm afirma terem sido 200 ministros ordenados e aproximadamente 2.000 pregadores voluntários, chegando o adventismo a ter 50 mil e 100 mil adeptos formais, além de um milhão ou mais de espectadores cépticos. Revista Adventista, junho de 2002, pág. 9.
8. Ellen G. White, Ver O Grande Conflito, capitulo 23.
9. Revista Adventista, junho de 2002, pág. 8,9. Na manhã de 23 de outubro, Hirão Édson, ao cruzar um campo de trigo compreendeu que, naquele ano Cristo não retornaria a terra, mas passava do lugar santo para o santíssimo do santuário celestial e fazia surgir um movimento para profetizar “a respeito de muitos povos, nações, línguas e reis.”(Apocalipse 10:11).
10. Victor Casali, Revista adventista, agosto de 1994 (Tatuí: São Paulo, 1994), pág.8.
11. História de nossa Igreja, capítulos 39-48.
12. Alberto R. Timm 4. Alberto Timm é Ph.D., diretor do Centro de Pesquisas Ellen G. White do Brasil, diretor do Centro Nacional de Memória Adventista e Professor de Teologia no Instituto Adventista de Ensino – Campus 2 (Citado em A Chegada do Adventismo ao Brasil, Michelson Borges, Depoimentos)
13. Clifford Goldstein, 1844, Uma Explicação Simples das Principais Profecias de Danil. Casa Publicadora Brasileira. Tatuí, SP, quarta edição, 2001, pág.7, 11.
14. Detalhes em www.futuroesperanca.com
15. Maiores detalhes em
www.sigaabiblia.com
16. Ellen White, Atos do apóstolos, 09.
17. Ellen White autografava esta dedicatória em cada livro que cedia.Encontrei em um marca-texto.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Astrônomos Brasileiros Descobrem Segredo de Estrelas Binárias


Dois astrônomos brasileiros elaboraram um mapa de um eclipse estelar, envolvendo sistemas de estrelas binárias, com uma qualidade nunca obtida até hoje. A descoberta foi publicada no conceituado The Astrophysical Journal.

Usando técnicas indiretas de obtenção de imagens, o estudo traz respostas a questões que há décadas intrigavam os astrônomos sobre as chamadas estrelas variáveis cataclísmicas - sistemas binários onde existe transferência de matéria de um corpo celeste para o outro.
Estrelas binárias
Com dados coletados por um telescópio de cinco metros de diâmetro em Monte Palomar, na Califórnia (EUA), o estudo... permitiu a construção de mapas dos eclipses da DQ Herculis.
Nesse sistema binário, a estrela que doa matéria passa na frente da anã branca e do seu disco de gás uma vez a cada 4h38m. Graças aos eclipses, é possível medir a velocidade do movimento das estrelas, determinar suas massas e dimensões, entre outros parâmetros.
"O trabalho foi chamado de estado da arte para técnicas de mapeamento indireto pelo revisor dessa importante revista científica, e demonstra a qualidade da pesquisa em astrofísica realizada na UFSC", comemora o físico Roberto Saito, que divide a autoria do artigo com seu orientador no doutorado, o professor Raymundo Baptista, integrante do Grupo de Astrofísica, ligado ao Departamento de Física da Universidade Federal de Santa Catarina.

Leis de Newton e Kepler

"Os resultados permitem entender muitas coisas acerca da DQ Herculis e, ao mesmo tempo, nos livram de muitas explicações pouco convincentes e incompatíveis", complementa o professor Raymundo Baptista, um especialista em imageamento indireto para estrelas, líder de um grupo de pesquisa que coleciona vasta lista de resultados obtidos com essas técnicas.

O estudo das binárias próximas é importante pois a interação entre elas permite extrair uma grande quantidade de informações e aplicar as leis de Newton e de Kepler, para determinação das massas e raios das estrelas. Os resultados obtidos por Saito servem para testar modelos e teorias e auxiliam numa maior compreensão da física dos discos de acréscimo (que levam matéria para uma das estrelas no sistema binário), colaborando com investigações sobre como estes astros se comportam.



Eventos cataclísmicos

"Justificando a designação, as estrelas variáveis cataclísmicas são palco de eventos cataclísmicos, como explosões de Novas e Novas anãs", lembra o professor Raymundo Baptista, exemplificando a contribuição do estudo para a astronomia e o avanço do conhecimento sobre o Universo.
DQ Herculis é um corpo celeste que apresenta brilho peculiar. Além da variação causada pelo movimento das duas estrelas que a formam, com período 4h38m, existe uma outra variação de brilho, com período de 71 segundos. O trabalho da UFSC tornou possível a obtenção de mapas de eclipse ao longo dos períodos de pulsação, com precisão significativa, desvendando detalhes de seu comportamento.

Farol estelar
Em um sistema desse tipo, uma estrela tipo solar transfere matéria para uma estrela compacta do tipo anã branca (objeto cósmico remanescentes de estrelas mortas). A matéria afunila em direção à anã branca através de um disco de matéria (o chamado disco de acréscimo).
É então capturada pelas linhas de campo magnético, formando um "chuveiro de matéria", até chocar-se com os pólos magnéticos na superfície da anã branca (veja a imagem acima, com a concepção artística do evento). O choque desse material sobre os pólos magnéticos da anã branca cria duas grandes manchas brilhantes e causa um efeito de "farol" enquanto a estrela rotaciona.
Os mapas obtidos a partir do trabalho de Saito e Baptista mostram duas regiões de brilho. Uma mais interna, que gira no sentido anti-horário, coerente com os chuveiros de matéria previstos pelos modelos de acréscimo com campo magnético. Além disso, uma região que pulsa com o período de 71s, que pode ser facilmente interpretada como a iluminação do disco externo pelo "farol" que gira junto com a estrela central, levando à pulsação que há meio século intrigava os astrônomos.

"Apesar da pulsação de 71 segundos ser conhecida há 50 anos, havia uma dúvida se o que víamos era um farol com feixe único, girando com 71s, ou um farol com dois feixes opostos, girando com 142 segundos, pois o efeito é o mesmo: pulsos a cada 71 segundos. Nossos resultados mostram que existem mesmo dois feixes, mas girando com 71 segundos. Resolvemos uma dúvida de mais de 30 anos.", comemora o professor Raymundo Baptista.

Fonte das pulsações
Os mapas revelam também que a principal fonte da pulsação é a luz refletida na borda externa e espessa que existe na frente do disco de acréscimo (algo não considerado nos modelos anteriores). Segundo Baptista, ninguém havia imaginado (ou propôs em artigo) que essa região poderia ser uma fonte de pulsação do sistema. Até porque ninguém tinha visto que ela é espessa, o que só foi revelado com o mapeamento agora feito.
Outra questão que intrigava os astrônomos é que o período da pulsação de 71 segundos tem mudado ao longo dos anos (às vezes é um pouco menor). As explicações propostas até então requeriam frear ou acelerar o giro da anã branca com uma rapidez incrível, demandando uma quantidade de energia acima da esperada para esse objeto celeste. Os resultados da tese de

Roberto Saito permitem entender essas mudanças de período de forma muito mais simples, sem necessidade de quantidades absurdas de energia.
"Não é a anã branca que freia ou acelera. É uma simples questão de brilho relativo. Quando a transferência de matéria é maior, a borda do disco fica mais espessa, e a pulsação produzida ali domina o brilho do objeto. O período do pulso é mais longo. Quando a transferência de matéria é menor, o disco fica mais fino, a borda diminui e a pulsação gerada ali quase desaparece. O período do pulso fica mais curto", explica o professor Raymundo Baptista.

São as mudanças na transferência de matéria entre as estrelas que modulam a pulsação observada, esclarecem os mapas produzidos pela tese da UFSC. "E estas mudanças ocorrem porque a estrela que doa matéria é uma estrela magnética como o sol, que "respira" inchando e encolhendo (uma mísera parte em 10.000) mais ou menos uma vez por década (no caso do sol o ciclo é de 11 anos). As mudanças de período observadas em HD Herculis também ocorrem em escala de décadas. Cheque mate!", comemora o pesquisador.

Bibliografia:
Spin-Cycle Eclipse Mapping of the 71 s Oscillations in DQ Herculis: Reprocessing Sites and the True White Dwarf Spin PeriodR. K. Saito, R. BaptistaThe Astrophysical JournalVol.: 2009 ApJ 693 L16-L18DOI: 10.1088/0004-637X/693/1/L16

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/

Nota: O portal adventista (www.portaladventista.org/portal/asn) explica que Roberto Saito é um “astrônomo brasileiro adventista” e “frequenta a Igreja Adventista Central de Florianópolis (SC)”. Os adventistas do sétimo dia (de forma institucional e pessoal) são grandes incentivadores da Ciência. Eles mantêm, desde seus primórdios, escolas e universidades; centros de pesquisa, além de atividades para juvenis nas igrejas locais que incentivam o conhecimento geral (http://www.desbravadores.org.br/). Um dos grandes destaques principais da denominação é a Universidade Loma Linda, reconhecida internacionalmente (www.llu.edu/). Outro bom destaque é o Instituto de Pesquisas em Geociências (www.grisda.org/).

Acampamento de Feitiços


Na semana passada a Rede Globo, seguindo sua tradição em promover o espiritismo, veiculou uma micro-série intitulada Acampamento de Férias. Renato Aragão estrelou os cinco capítulos que, a meu ver, nada têm haver com um acampamento de férias. Pelo seu conteúdo, a série deveria ser chamada Acampamento de Feitiços. As duas palavras – férias e feitiços, embora comecem com a mesma letra, têm significados bem diferentes. Segundo o Dicionário férias é a “folga”, “descanso” ou período (geralmente um mês) em que “se suspendem as atividades escolares ou profissionais”. (Silveira Bueno, Minidicionário da Língua Portuguesa). Já feitiço é a “mandinga, encantamento, bruxaria”. Feiticismo é a “crença nos poderes dos amuletos e estatuetas, ídolos etc.”. As férias podem ser tiradas por qualquer um, já os feitiços são realizados por um mago ou bruxo.

A mini-série que "tem um pé na aventura e outro na fantasia" (http://www.oglobo.globo.com) apresentou todo tipo de feitiços: palavras mágicas, água da fonte da juventude, amuletos, varinhas mágicas, maldições, tendo Renato Aragão como seu mago. O público alvo são crianças e adolescentes que, infelizmente se encantam pela graça do Didi e não têm condições de julgar as mensagens espíritas contidas em cada capítulo. “No sentido mais básico, magia é uma tentativa de controlar ou coagir as forças naturais ou sobrenaturais para cumprir os mandos do homem (foi o que se viu na série global). Desconhecendo as causas naturais de muitos acontecimentos cotidianos, as pessoas nas primitivas sociedades criam que a repetição de certas palavras mágicas ou encantamentos, ou a realização de algum ritual, poderiam produzir certos efeitos desejados”. (O homem em busca de Deus, São Paulo: Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, 1990, 77-78).

A Bíblia diz que os últimos dias da história terrestre veriam um aumento significativo nas práticas relacionadas á feitiçaria (Veja II Tessalonicenses 2:9; Apocalipse 13:13,14; 17:23). Essas atividades seriam uma maneira de Satanás confundir as pessoas e afastá-las das verdades bíblicas que oferecem salvação (II Timóteo 3:13-17). A obra mestra de Satanás “será alcançada no fim dos últimos tempos. Diz o profeta: ‘Vi três espíritos imundos semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande dia do Deus todo-poderoso.” (Apocalipse 16:13 e 14) – (Ellen White, O Grande Conflito, ed. Condensada, Tatuí, São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 1996, 331.)

Os feitiços são apenas um componente ou teia da imensa rede que representa o espiritismo moderno. O Espiritismo - “doutrina fundada na crença da existência de comunicações, por intermédio da mediunidade, entre vivos e mortos, entre os espíritos encarnados e os desencarnados” (Silveira Bueno, Minidicionário da Língua Portuguesa)- é condenado pela Bíblia Sagrada em vários trechos. Moisés alertou veementemente contra todas as práticas ligadas ao ocultismo e a feitiçaria (Deuteronômio 18:10-12); Isaías ensinou a não consultarmos adivinhos ou necromantes (8:19 e 20); Jesus atribuiu a Satanás o poder das trevas e os enganos (Mateus 3:3-11; 8:28-32); Paulo diz que a feitiçaria está entre os frutos da carne (Gálatas 5:20) e o apóstolo João advertiu que os feiticeiros não terão lugar no reino do céu (Apocalipse 22:15).

Embora Ellen White esteja se referindo a um contato mais profundo com o Espiritismo, creio que seu alerta deve ser escutado pelos curiosos do acampamento de feitiços: “Poucos há que tenham uma justa concepção do poder enganador do espiritismo. Muitos se intrometem com ele simplesmente para satisfazer a curiosidade. Encher-se-iam de horror ao pensamento de se entregarem ao domínio dos espíritos. Aventuram-se, porém, a entrar em terreno proibido, e o destruidor exerce todo seu poder sobre eles, contra a sua vontade. Uma vez induzidos a submeter sua mente à direção dele, segurá-los-á em cativeiro. Nada, a não ser o poder de Deus, concedido a fervorosa oração, poderá livrar essas almas.” (O Grande Conflito, Ed. Condensada, 330).

Ribamar Diniz (Bacharel em Ciências da Religião e estudante de Teologia na Universidade Adventista da Bolívia)

O poder do perdão Perdão: Os Benefícios que a Resiliência traz Para Nossa Saúde Física e Mental


... O perdão parece ser um dos conceitos mais difíceis de pôr em prática. Além disso... É uma palavra mal-entendida. Muitas vezes não perdoamos porque acreditamos que o perdão contribui para a injustiça. Quem causa dano não merece perdão, pensamos. Se perdoarmos, voltarão a nos ferir, vão se aproveitar da “nossa nobreza”. Às vezes, o desgosto com os prejuízos e as ofensas não se reduz nem com o passar do tempo. Podemos ficar enfurecidos com nossos pais pelos erros cometidos durante a nossa infância, com quem já abusou da nossa boa-fé, com aquela cunhada que nos chamou de “gorda” (ou assim deu a entender) num Natal há dez anos. Não perdoamos ninguém. Nem sequer a nós mesmos.

...Por que valeria a pena perdoar? Só por uma questão religiosa, por puro altruísmo?... Os especialistas se dedicaram a estudar cientificamente o perdão e descobriram alguns fatos bastante surpreendentes. Para conhecer e dominar o perdão, primeiro temos de saber de que “matéria” ele é composto, o que é verdadeiramente e o que não faz parte desse sentimento transformador.

Do que é feito o perdão

Fred Luskin é conselheiro, psicólogo da saúde e diretor do Projeto do Perdão, da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Em seu guia O poder do perdão, que reúne casos e estudos tirados desse programa, Luskin explica que os problemas não solucionados são como aviões que voam dias e semanas sem parar e sem pousar, consumindo recursos que podem ser necessários em caso de emergência. “Os aviões do rancor se convertem em fonte de estresse e, muitas vezes, o resultado é um choque”, afirma Luskin. “Perdoar é a tranquilidade que se sente quando os aviões pousam.”O especialista explica que perdão não é aceitar a crueldade, esquecer que algo doloroso aconteceu nem aceitar o mau comportamento. Também não significa reconciliar-se com o agressor.[sic] “O perdão é para nós, não para quem nos ofendeu”, diz Luskin.... Ao perdoar, admitimos que nada se pode fazer pelo passado, e isso permite que nos libertemos dele. Perdoar ajuda os aviões a pousar para que sejam feitos os ajustes necessários.”Segundo Luskin, o perdão serve para relaxarmos. Mas, e se a agressão tiver sido grave demais?

A lição de Kim

Era 8 de novembro de 1972, durante a guerra do Vietnã. A família de Kim Phuc tentou proteger-se num templo próximo quando ouviu o barulho dos aviões americanos. Mas o refúgio não foi suficiente contra as bombas de napalm que caíam do céu, e tudo explodiu em chamas. Nick Ut, correspondente da agência de notícias Associated Press, tirou nesse momento a foto tristemente famosa que percorreu o mundo todo. Ali estava Kim, aos 9 anos, nua e em prantos, com grande parte do corpo coberta de queimaduras de terceiro grau. Apesar disso, a menina sobreviveu. Passou por 17 cirurgias e, depois de ser usada durante anos como símbolo da resistência do seu país, pediu asilo no Canadá. Mas o notável de sua história é que Kim perdoou o capitão John Plummer, oficial que ordenou o bombardeio de sua aldeia. Em ... o [O dom de queimar], Kim conta à jornalista Ima Sanchís que, ao encontrar-se com o militar num evento, não o esbofeteou; preferiu abraçá-lo: “A guerra faz com que todos sejamos vítimas. Eu, quando menina, fui vítima, mas ele, que fazia o seu trabalho de soldado, também foi. Tenho dores físicas, mas ele tem dores emocionais, que são piores do que as minhas.” Kim capitalizou suas antigas feridas de forma positiva. Hoje, viaja pelo mundo em campanha pela paz e é presidente da Fundação Kim Internacional, dedicada a dar assistência a vítimas de conflitos armados. Mas qual o segredo para agir com tanta integridade moral?
Resiliência, a palavra mágica

Boris Cyrulnik sofreu com a morte dos pais num campo de concentração nazista, do qual conseguiu fugir quando tinha apenas 6 anos. Depois que a guerra acabou, ele ficou vagando de um campo a outro até chegar a uma fazenda controlada por uma instituição de caridade. Durante sua permanência, os vizinhos lhe ensinaram o amor pela vida e pela literatura. Mais tarde, ele decidiu ser médico e estudar os mecanismos da sobrevivência. Hoje é psiquiatra, neurologista, escritor, psicanalista e especialista em resiliência, um conceito psicológico que define a capacidade de superar as adversidades e ser forte durante as crises. “A resiliência é o antidestino”, diz Boris. “Dá trabalho, não é fácil, mas é um espaço de liberdade interior que permite não se submeter às feridas.”
Quem consegue superar tragédias ou sair de períodos difíceis de dor emocional pode abandonar o papel de vítima e começar uma vida nova, como Boris e Kim. Você já se perguntou por que algumas pessoas, oprimidas pelo desamparo na infância, caem na delinquência e se tornam agentes de agressão, ao passo que outras se recuperam, tornam-se pessoas de bem e são felizes, fortes, prósperas e bem-sucedidas? A resposta é a resiliência e, para consegui-la, o perdão é um dos ingredientes necessários. De acordo com a psicoterapeuta Rosa Argentina Rivas Lacayo... “sem perdão não podemos crescer nem ficar mais fortes com a adversidade. Também não conseguiremos ser flexíveis e resilientes. Algumas pessoas ‘cozinham’ a dor em fogo brando para mostrar ao mundo como foram maltratadas, e não querem perceber que assim se prejudicam. Ao mundo, não interessa o nosso passado, só o que somos capazes de fazer e dar agora. Quando nos apegamos à dor antiga, a autocomiseração embota a capacidade de dar e, quando assumimos o papel de mártires, ficamos à espera de que alguém resolva milagrosamente a nossa vida.”

Provas científicas da utilidade do perdão

Além da saúde espiritual, existem várias provas de que deixar para trás a hostilidade protege a saúde física. Um estudo chamado Perdão e Saúde Física, realizado pela Universidade do Wisconsin, mostrou que aprender a perdoar pode ajudar indivíduos de meia-idade a evitar doenças cardíacas. Nessa pesquisa, foi descoberto que, quanto maior a capacidade de perdoar, menos problemas nas artérias coronárias surgem no decorrer da vida. Por outro lado, quanto menor a capacidade de perdoar, mais frequentes os episódios de doenças cardiovasculares.Em relação à recordação das feridas, eis aqui outra informação importante: uma pesquisa indicou que pensar cinco minutos em algo que provoca agitação, raiva ou desgosto pode diminuir a variabilidade da frequência cardíaca (VFC), parâmetro da saúde do sistema nervoso que mostra a flexibilidade do sistema cardiovascular. Para enfrentar e reagir ao estresse em boas condições, o coração precisa de flexibilidade. O mesmo estudo mostrou que esses cinco minutos de pensamento negativo desaceleram a reação do sistema imunológico, que defende o organismo... o perdão não é al­go que se “dê” ao outro, mas um pre­sente vital que damos a nós mesmos.


Nota: A milênios a Bíblia apresenta os benefícios físicos, emocionais e espirituais do perdão. Os escritores bíblicos, inspirados por Deus (II Pedro 1:20-21) se anteciparam aos modernos conceitos e pesquisas sobre o perdão quando afirmaram que o perdão traz inúmeros benefícios (Tiago 5:16), inclusive a capacidade de curar. Um dos textos clássicos sobre o perdão é o salmo 51. Nele Davi explica que o seu pecado afetava sua saúde física e emocional, mas após receber o perdão divino, lhe voltaria a “alegria”, pois seus ossos estavam “esmagados” (verso 8). O maior exemplo de perdão é dado pelo próprio Jesus que perdoou aqueles que o crucificavam, dando-nos o exemplo de perdoar os nossos inimigos.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Encontros


A vida é cheia de encontros. Passamos a existência encontrando pessoas e sendo encontrado por elas. Algumas se tornam amigos, outros apenas conhecidos. Alguns, embora se encontrem conosco, tornam-se estranhos e há os que se convertem em nossos inimigos.É através dos relacionamentos que formamos nosso círculo de amizades, nossa família, e igualmente através deles são gerados os grupos sociais, as associações, as igrejas, os movimentos sindicais, políticos e tantos outros.

Mas, sem o primeiro “oi!”, “quem é você?”, “poderíamos sair?”, “que tal um sorvete?”, “você é daqui?”, “pessoal, vamos nos reunir!” dificilmente (digo assim até ver um exército de cegos, surdos e loucos), a sociedade seria tão dinâmica. Pode-se facilmente verificar que os encontros são definitivos para a formação e desenvolvimento das sociedades, sejam elas tribais ou supermodernas.

Viva os encontros!O mais necessário deles, todavia, é o encontro com Cristo. É Deus que aproxima as pessoas e une os corações. Encontre-se com Deus. Ele já está lhe procurando faz muito tempo e os demais encontros da vida terão um novo e vivo significado. Terão sabor e permanência.Todos que se deixaram encontrar por Cristo tiveram o curso de suas vidas transformado totalmente. Para melhor é claro!

Quando Pedro se deixou encontrar por Cristo, de um pescador comum, passou a ser “pescador de homens”;Maria, de uma jovem simples e pobre, tornou-se a mãe do Salvador do mundo;Saulo, de perseguidor da Igreja, tornou-se Paulo, seu maior missionário;Madalena, de mulher pecadora, aquela que estava sempre com o Senhor e testemunha pioneira da ressurreição;João, de um jovem orgulhoso e explosivo, ao “discípulo amado”;Lázaro, de um defunto que cheirava mal, ao receptor do maior milagre da Bíblia;Nicodemos, de chefe fariseu preocupado com sua posição, aquele que ungiu o corpo do Mestre e financiou a missão da Igreja Primitiva;

Mais recentemente, José Wolf, ao encontrar-se com Cristo de judeu confuso passou a católico briguento, até tornar-se o “missionário universal”;Martinho Lutero, de um monge assustado e perdido, ao arauto da Reforma Protestante;Ellen Keller, de uma jovem cega, surda, muda e paralítica em uma grande escritora e conferencista;Spurgeon, de um desconhecido ao “Príncipe dos pregadores”;D. L. Moody de um menino que ouviu um apelo na igreja no homem “que mudou uma nação”;William Carey, de um mero missionário ao “pai das missões mundiais”;John Andrews, de um jovem confuso com o desapontamento, a mente “mais capaz” da história adventista e seu primeiro missionário enviado à Europa;José Bates, de um marujo aposentado, a um dos fundadores do maior movimento religioso desde a Reforma (A Igreja Adventista do Sétimo Dia);Tiago White, de um jovem “manco”, de futuro incerto, aquele que dirigiu o adventismo em seus primeiros passos rumo a um futuro promissor;Ellen White, de uma jovem doente e sem estudos, a uma escritora de 100.000 páginas e grande oradora;


E você? Não importa como esteja hoje, marque um encontro com Cristo e seu futuro também, como o deles, será brilhante.
Ribamar Diniz

Hot site Futuro com Esperança está no ar

O site Futuro com Esperança (http://www.futuroesperanca.org/) já está no ar e não mais redirecionado ao Blog Esperança. Agora quem acessar esse endereço, vai se atualizar com as notícias mais recentes relacionadas ao projeto com o Pr. Mark Finley. Além disso, poderá ver os últimos vídeos com informações, testemunhos e histórias que mostram o poder de Deus na vida das pessoas. De 24 a 31 de outubro o orador internacional apresentará a mensagem de Deus relacionada a um futuro com esperança, conforme as profecias bíblicas, diretamente de Brasília, via satélite para todo o Brasil e pela Internet.

Algumas funcionalidades serão ativadas quando iniciar a programação propriamente dita como o espaço para perguntas e respostas diretamente com o Pr. Finley e um fórum de discussão sobre temas bíblicos para quem quiser sanar dúvidas a respeito da Palavra de Deu. No próximo sábado, dia 17 de outubro, às 15 horas, líderes adventistas de todo o Brasil terão a oportunidade de entender em detalhes como vai funcionar a programação com o Pr. Mark Finley. Um grupo de coordenadores do projeto vai falar, a partir da sede sul-americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, via satélite por meio do canal executivo, para repassar as últimas orientações sobre como dinamizar a programação nas igrejas locais, como atender as pessoas interessadas e despertadas pela mensagem apresentada e de que forma o evangelismo via satélite pode ser mais pessoal do que se pensa. “É importante que cada pessoa saiba que o Pr. Finley estará na igreja mais próxima de sua casa e que esse projeto pode auxiliar na tomada de um compromisso maior com Cristo e com Seus ensinos”, comenta o líder sul-americano dos adventistas, Pr. Erton Köhler.

Fonte:portaladventista.org

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

As Bem-Aventuranças dos Adventistas


Bem-aventurados os adventistas “pobres de espírito” (Mateus 5:3), porque quando Cristo voltar dirão: “este é o nosso Deus, a quem esperávamos e Ele nos salvará; este é o Senhor a quem aguardávamos e na sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (Isaías 25:9).

Bem-aventurados os adventistas “que choram” (Mateus 5:4), porque quando Cristo voltar “lhes enxugará dos olhos toda lágrima” (Apocalipse 21:4).

Bem-aventurados os adventistas “mansos” (Mateus 5:5), porque quando Cristo voltar herdarão e morarão na “nova terra” (Apocalipse 21:1).
Bem-aventurados os adventistas “que têm fome e sede de justiça” (Mateus 5:6), porque quando Cristo voltar haverá “novos céus e nova Terra, nos quais habita justiça” (II Pedro 3:13).

Bem-aventurados os adventistas “misericordiosos” (Mateus 5:7), porque quando Cristo voltar ouvirão: “Vinde benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo” (Mateus 25:34).

Bem-aventurados os adventistas “limpos de coração” (Mateus 5:8), porque quando Cristo voltar verão a Deus “cara a cara” (I Coríntios 13:12).

Bem-aventurados os adventistas “pacificadores” (Mateus 5:9), porque quando Cristo voltar “seremos semelhantes a Ele, porque lhe veremos tal como Ele é” (I João 3:2).
Bem-aventurados os adventistas que “padecem perseguição por causa da justiça” (Mateus 5:10), porque quando Cristo voltar e provada a vossa fé, “redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo”. (I Pedro 1:7).
Bem-aventurados os adventistas “quando vos injuriarem e vos perseguirem e, mentindo, disseram todo o mal contra vós” (Mateus 5:11), porque quando Cristo voltar “serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele os mil anos” (Apocalipse 20:6).

OBS: O termo adventistas não foi usado nesse texto de maneira exclusivista para referir-se somente aos membros da igreja Adventistas do Sétimo Dia, mas a todos os cristãos que aguardam o segundo advento do Senhor.

Ribamar Diniz

Contradição


Certo dia, numa grande loja revendedora de motos um fato inusitado me chamou a atenção para o despreparo no atendimento em muitas empresas consideradas grandes.

Eu estava sentado com uma vendedora e outro cliente. Estava esperando o atendimento com outra pessoa que havia saído por um instante. Nisso, enquanto conversávamos sem muito interesse, sentou-se um mecânico comentando sobre seu consorcio que ia sair. O que me impressionou foi ele dizer: “tô cansado de tal marca (mencionando a sua empresa que lhe garante o pão diário) agora vou usar tal marca.” Eu disse o seguinte, em tom provocativo: “Sei que é falta de ética, mas qual a melhor das duas?” Ele disse que eram exatamente iguais. A vendedora disse sem muita argumentação: “acho que não”. Ele então soltou os cachorros e argumentou que a economia de combustível e a manutenção eram exatamente iguais, mas a concorrente tinha uma vantagem na hora da venda da moto. Ouvi tudo e saí calado.

Outro dia passei em frente a uma tenda armada para vender consórcios de motos em outro local da mesma cidade. Era uma nova marca, buscando espaço no concorrido mercado entre aquelas outras duas grandes marcas. O curioso é que todas as motos dos vendedores que estavam paradas eram das marcas concorrentes. Nenhuma era do modelo que eles estavam vendendo.
Diante desses fatos pensei como nós influenciamos as pessoas mais com nossos atos do que com nossas palavras. Não adianta só falar e usar a camisa do cristianismo. Devemos também estar convictos de quem somos e nos comportar de tal modo a defender nossa mensagem. E não fazer como o mecânico descuidado, a vendedora despreparada e a tenda que fazia propagando de outras motos e não das suas.
Diferentes da vendedora sem preparo devemos estar “sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós,” (I Pedro 3:15). Devemos agir não como o mecânico que queria outra marca, mas servir somente a Cristo porque “ninguém pode servir a dois senhores” (Mateus 6:24). Finalmente nossos atos (diferentes dos vendedores de consórcio)devem coadunar nossas palavras, pois “a fé sem obras é morta” (Tiago 2:17).

Ribamar Diniz

Regis Danese vai Concorrer ao Grammy


O cantor e compositor cristão Regis Danese (que embalou o sucesso “faz um milagre em mim”), foi indicado ao grammy latino na categoria melhor album cristão. Para alguns o simpático cantor é considerado “a sensação musical do momento” no país. Sua principal música se espalhou por cada Estado brasileiro e é cantada em igrejas, bares, passeatas, nos lares, nas rádios (evangélicas ou não), e em muitos outros ambientes. Já ganhou até uma versão em ritmo de samba.

Esse domingo assisti uma participação sua na TV. Três coisas me impressionaram durante sua apresentação. A primeira foi seu visual com cabelo “espetado”. Esse penteado realmente chamou a atenção. Em minha opinião, foge do princípio bíblico de “modéstia” expressado por Paulo (Timóteo 3:1,2).

A segunda foi sua insistência em testemunhar contra a vontade do apresentador. Se a mensagem cantada já era o melhor testemunho, porque a insistência do cantor em pregar contra a clara vontade do apresentador? Em alguns momentos o apresentador se esquivou do assunto de maneira muito ética, usando o mesmo princípio de “bom senso” que devia ser seguido por Danese.

O ultimo fato que me chamou a atenção foi a aparente contradição quando o jovem apresentador pediu a Danese pra cantar alguns velhos sucessos gravados por Daniel e outros conhecidos cantores brasileiros. Ele cantou trechos de algumas músicas, dizendo em seguida: “eu já não canto essas músicas, porque tudo se fez novo”. Como não canto se acabara de cantar? Para mim, não deveríamos negociar o princípio de fidelidade nas pequenas e grandes coisas (Mateus 25:23) ao testemunhar na mídia. “Quem é fiel no muito também é fiel no pouco”. Se não cantamos uma música secular, não deveríamos cantar uma parte dela para agradar ao público.
Ribamar Diniz

domingo, 11 de outubro de 2009

A Expansão Mórmon


O presidente da Igreja Mórmon, Thomas S. Monson, anunciou planos para a construção de cinco novos templos da denominação no mundo, incluindo um em Fortaleza, no Brasil. Os demais estão previstos para Concepción, Chile; Sapporo, Japão; Brigham City e Fort Lauderdale, ambas cidades dos Estados Unidos.O templo de Concepción será o segundo do Chile e o 15º da América Latina.


No Brasil, onde o mormonismo tem mais de 1 milhão de seguidores, o templo de Fortaleza será o sétimo. O de Sapporo será o terceiro no Japão e o sexto da Ásia.A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias conta com 130 templos em todo o mundo, a maioria nos Estados Unidos. Outros 16 são planejados ou já se encontram em obras.A localização dos novos templos reflete o crescimento da igreja. De acordo com números recentes, haveria 13,8 milhões de mórmons no mundo."


Gostaríamos que o maior número possível de membros tenha a oportunidade de comparecer ao templo sem precisar viajar distâncias excessivas", disse Monson. "Em todo o mundo, 83% de nossos membros vivem a 300 km de um templo". (Estadao.com.br)


Fonte:http://mecdias.blogspot.com

Mundo tem 1,57 bilhão de muçulmanos


Um novo estudo publicado por um grupo americano mostra que os muçulmanos no mundo correspondem a aproximadamente um em cada quatro cidadãos. O estudo, que demandou três anos de pesquisa, mostrou que a população muçulmana hoje é de 1,57 bilhão de pessoas.
Países conhecidos como muçulmanos, como a Síria ou a Líbia, possuem uma população de fiéis menor que a da Rússia ou China, por exemplo. Segundo as estatísticas, dois em cada três muçulmanos, são, na realidade, asiáticos, e não do Oriente Médio. A fé praticada por eles é também menos intolerante do que o estereotipo conhecido.
Segundo um dos pesquisadores, o estudo destrói a noção de que todos os árabes são muçulmanos e de que todos os muçulmanos são árabes.


Fonte:www.opiniaoenoticia.com.br

O Amanhã pode ser muito Tarde

video

Barack Obama ganha prêmio Nobel da Paz


Presidente americano foi escolhido por 'esforços extraordinários para fortalecer a diplomacia internacional'.

- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi anunciado nesta sexta-feira como vencedor do prêmio Nobel da Paz. Segundo o comitê no Nobel, Obama receberá o prêmio "por seus esforços extraordinários para fortalecer a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

O comitê ressaltou os esforços de Obama para fortalecer organismos internacionais e promover o desarmamento nuclear. Neste ano, houve um número recorde de 205 indicados para o Nobel da Paz. Entre os outros nomes cogitados para o prêmio estavam o ex-líder da oposição e premiê do Zimbábue Morgan Tsvangirai, o dissidente chinês Hu Jia, a ex-refém e ativista colombiana Ingrid Betancourt e a negociadora colombiana Piedad Cordoba. Diplomacia

"Apenas muito raramente uma pessoa capturou na mesma medida que Obama a atenção do mundo e deu a seu povo esperança de um futuro melhor", disse o comitê em um comunicado.

"Sua diplomacia está fundada no conceito de que os que liderarão o mundo devem fazer isso com base em valores e atitudes que são compartilhados pela maioria da população mundial." O comunicado disse ainda que o presidente americano "criou um novo clima na política internacional".

"A diplomacia multilateral ganhou novamente uma posição central, com ênfase no papel que as Nações Unidas e outras instituições internacionais podem ter", disse. O comitê disse ainda que os Estados Unidos estão agora tendo um papel mais construtivo em enfrentar os "enormes desafios climáticos" que ameaçam o mundo, e que a democracia e os direitos humanos serão fortalecidos.

Perguntado porque o prêmio foi dado a Obama menos de um ano depois que assumiu o cargo, o presidente do comitê do Nobel, Thorbjoern Jagland disse que o comitê queria "apoiar o que ele está tentando atingir".

No ano passado, o prêmio Nobel da Paz foi entregue ao ex-presidente da Finlândia Martti Ahtisaari, que esteve envolvido em várias negociações de conflitos, como os de Kosovo e do Iraque. Em 2007, o prêmio foi para ex-vice-presidente americano e ativista Al Gore, juntamente com o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas. Já em 2006 o escolhido foi o bengalês Muhammad Yunus, pioneiro na implementação do microcrédito para pessoas em extrema pobreza (2006).

O vencedor do Nobel da Paz - escolhido por um comitê formado por cinco membros - ganha uma medalha de ouro, um diploma e um prêmio em dinheiro de 10 milhões de coroas suecas - o equivalente a cerca de R$ 2,5 milhões. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.


[nota] Existe um certo "hipnotismo" na figura de Barak Obama. Ele não é apenas popular, como dizem alguns. Ele seria melhor classificado como persuasivo. Obama consegue cativar a atenção de líderes de prestígio internacional; se impõe com certa classe em decisões importantes (como as da ONU); é enxergado como a personoficação da bondade e tolerância por instituições humanitários e filantróficas; é querido por multidões que escutam suas palavras com sorrisos no rosto. Muitos, en diferente esferas, estariam dispostos a atender seus pedidos ou ordens.
Sinceramete aprecio suas iniciativas de um mundo sem armas nucleares, com mais entendimento e uma política externa diferente da de seu antecessor. O que me preocupa é a liderança que ele pessoalmente está assumindo em tão pouco tempo. Realmente ele conquistou o mundo muito rapidamente. Como "os eventos finais serão rápidos" o que se vê é um mudança na postura americana para reconquistar o prestígio mundial. O desgaste causado pela administração truculenta de Bush com muita competência foi restaurado por seu sucessor: o conciliador Obama. Sua mensagem é de paz e não de guerra. Dialogo e não retaliação. Para aqueles que enxergam o cumprimento das profecias de maneira histórica, devemos estar atentos aos próximos feitos desse grande líder, bem como ao crescimento da influência americana sobre o mundo.

Criança Vê, Criança Faz!

video

Previsões de Ellen White Sobre Desastres Naturais


A cerca de um século a escritora americana Ellen Write fez previsões que têm encontrado o seu cumprimento em nossos dias. Ente elas estão às profecias relacionadas aos grandes desastres naturais como os mega-terremotos, inundações, grandes tempestades, furacões, guerras e rumores de conflitos, instabilidade internacional, entre outras. Ela previu ainda grandes epidemias e intemperança generalizada.

Nas últimas semanas uma série de desastres de proporções gigantescas vitimou vários países (como Indonésia, Ilhas Salmoa, Filipinas, India etc), destruindo dezenas de povoados e cidades e levando milhares a morte. Os textos de Ellen White não podem ser ignorados diante da precisão no cumprimento de suas palavras. O último parágrafo da escritora americana têm muita semelhança com os atentados de 11 de setembro de 2001. Os textos onde ela fala sobre epidemias não podem deixar de ser aplicadas a nova gripe.

Para os que não acreditam em suas previsões citamos suas próprias palavras, (faça um paralelo com manchetes atuais). Incluímos a data em que foi feita a previsão e a fonte original. Em seguida a referência nos livro Eventos Finais e o Grande Conflito.

"O tempo presente é de dominante interesse para todo o vivente. Governadores e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm sua atenção posta nos acontecimentos que tomam lugar ao nosso redor. Estão observando as relações que existem entre as nações. Eles examinam a intensidade que estão tomando posse de cada elemento terreno, e reconhecem que algo grande e decisivo está para acontecer – que o mundo está no limiar de uma crise estupenda. – PR, 537 (c. 1914) – Ellen White, Eventos Finais, (Tatuí, São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 2003), 11.

"As calamidades em terra e mar, as condições sociais agitadas, os rumores de guerra, são portentosos. Prenunciam a proximidade de acontecimentos da maior importância. As forças do mal estão-se arregimentando e consolidando-se. Elas se estão robustecendo para a última grande crise. Grandes mudanças estão prestes a operar-se no mundo, e os acontecimentos finais serão rápidos. – 3TS, 280 (1909), Eventos Finais, 11

"Estamos no limiar da crise dos séculos. Em rápida sucessão os juízos de Deus se seguirão uns aos outros – fogo, inundações e terremotos, com guerras e derramamento de sangue." – PR, 278 (1905), Eventos Finais, 12.

"A glutonaria e a intemperança constituem o fundamento da grande depravação moral em nosso mundo. Satanás está ciente disso, e tenta constantemente a homens e mulheres para que condescendam com a gula à custa da saúde e mesmo da própria vida. Comer, beber e vestir-se tornam-se o alvo da vida para o mundo. Tal estado de coisas existia antes do Dilúvio. E este estado de dissipação é uma das marcantes evidência da breve terminação da história terrestre. – Certa 34, 1875. Eventos finais, 21.

"O comer e o beber são levados a excessos. Os homens estão tomando as nocivas bebidas alcoólicas que os deixam transtornados. – Carta 308, 1907. Eventos Finais, 21.

"Nas últimas cenas da história terrestre, grassará a guerra. Haverá epidemias, pragas e fomes. As águas do oceano transporão seus limites. Propriedades e vidas serão destruídas pelo fogo e por inundações. Deveríamos estar nos preparando para as mansões que Cristo foi preparar para os que O amam. – Mar, 172, (1897), Eventos Finais,23.

"Satanás também opera por meio dos elementos a fim de enceleirar sua messe de almas desprevenidas. Estudou os segredos dos laboratórios da Natureza, e emprega todo o seu poder para dirigir os elementos tanto quanto o permite Deus... [Satanás] trará moléstias e desgraças até que cidades populosas se reduzam a ruína e desolação. Mesmo agora está ele em atividade. Nos acidentes e calamidades no mar e em terra, nos grandes incêndios, nos violentos furacões e terríveis saraivadas, nas tempestades, inundações, ciclones, ressacas e terremotos em toda parte e sob milhares de formas, Satanás está exercendo o seu poder. Comunica ao ar infecção mortal, e milhares perecem pela pestilência. Estas visitações devem tornar-se mais e mais freqüentes e desastrosas. A destruição será tanto sobre o homem como sobre os animais." O Grande Conflito (Santo André, São Paulo: Casa Publicadora Brasileira, 1985), 594.

"O Senhor adverte, corrige, repreende e indica o único caminho segura; então, se os que têm sido objeto de Seu especial cuidado seguirem seu próprio rumo, independentemente do Espírito de Deus; se, depois de reiteradas advertências, resolverem fazer sua própria vontade, Ele não encarregará Seus anjos de impedirem os decididos ataques de Satanás contra eles. É o poder de Satanás que está em atividade no mar e na terra, causando calamidades e aflições, e arrebatando multidões para manter o domínio sobre sua presa." TPC, 136 (1894), Eventos Finais, 208-209.

"Tenho ordem de declarar a mensagens, dizendo que as cidades onde reina a transgressão, extremamente pecadores, serão destruídas por terremotos, pelo fogo e por dilúvio. – Ev., 27 (27 de abril de 1906), Eventos Finais, 101.

"Terríveis abalos sobrevirão à Terra, e os suntuosos palácios erigidos à custa de enormes despesas, certamente se transformarão em montões de ruínas. – 3MR, 312 (1891), Eventos Finais, 97.

"Quem dera que o povo de Deus tivesse uma idéia da impendente destruição de milhares de cidades agora quase dominadas pela idolatria!" – Ev, 29 (1910), Eventos Finais, 98.

"Não tenho luz especial a respeito do que sobrevirá a Nova Iorque, mas sei que um dia os grandes edifícios que estão ali serão demolidos pela ação construtiva e destrutiva do poder de Deus... a morte chegará a todos os lugares.- RH, 5 de julho de 1906, Eventos Finais, 99.

"Uma ocasião, achando-me eu na cidade de Nova Iorque, fui convidada, à noite, para contemplar os edifícios que se erguiam, andar sobre andar, para o céu. Garantia-se que esses edifícios seriam à prova de fogo, e haviam sido erigidos para glorificar seus proprietários e construtores... A cena que em seguida passou perante mim foi um alarma de fogo. Os homens olhavam aos altos edifícios, supostamente incombustíveis, e diziam: ‘Estão perfeitamente seguros’. Mas esses edifícios foram consumidos como se fossem feitos de pez. Os aparelhos contra incêndios nada podiam fazer para deter a destruição. Os bombeiros não podiam fazer funcionar as máquinas." - 3TS, 281 e 282 (1909), Eventos Finais, 99.

Ribamar Diniz

Descoberto anel gigante em Saturno


O telescópio Spitzer, da agência espacial estadunidense, a Nasa, descobriu um novo anel em volta de Saturno, maior que todos os outros conhecidos que circulam o planeta. O fino aglomerado de gelo e partículas de poeira cósmica fica a 27 graus de inclinação em relação ao planeta. Apesar de ser famosa por seus sete anéis, Saturno também tem muitos outros anéis pequenos e incompletos.

O novo anel começa a quase 6 milhões de quilômetros do planeta, e se estende por 7,4 milhões de quilômetros. De acordo com o laboratório da Nasa que realizou os exames sobre a descoberta, seriam necessárias 1 bilhão de planetas do tamanho da Terra para preencher o anel.

Whitney Clavin, porta-voz do laboratório, afirma que o anel é muito difuso e não reflete muita luz, por isso só foi descoberto agora, com o Spitzer. Apesar de ser extremamente frio, chegando a temperaturas de quase 200 graus negativos, o anel libera radiações térmicas.
Os cientistas que realizaram a descoberta acreditam que o material que forma o anel vem de uma das luas do planeta, chamada de Febe.
A descoberta do novo anel pode também responder a antigas questões sobre outro satélite de Saturno, a lua Jápeto, que tem um lado coberto por um material escuro. O anel recém-descoberto orbita na mesma direção de Febe, enquanto Jápeto, os outros anéis e grande parte das outras luas do planeta giram para o lado oposto.
Os cientistas afirmam que o material que vem do anel exterior colide com Jápeto. “Há muito tempo os astrônomos suspeitam que existe uma conexão entre Febe e o material escuro em Jápeto”, afirma Douglas Hamilton, da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, que participou da pesquisa.


[nota]Embora cada nova descoberta da ciência surpreenda tanto os leigos quanto os homens eruditos, uma recente descoberta impressionou os cientistas. Trata-se da descoberta de um anel gigante no planeta Saturno.

Existem vários textos bíblicos que evidenciam a função principal dos céus e dos astros - proclamar a existência de Deus, declarar seu poder e manifestar sua glória.
"Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos." (Salmo 19:1)
"No princípio criou Deus os céus e a terra." (Gênesis 1:1)
"Ou podrás tu atar as cadeias do Sete-estrelo, ou soltar os laços do Órion? Ou fazer aparecer os signos do Zodíaco, ou guiar a Ursa com seus filhos? Sabes tu as ordenanças dos céus, podes estabelecer a sua influência sobre a terra?." (Jó 38:31-33)
Tanto nós quanto os cientistas deveríamos repetir as palavras de Eliú, amigo de Jó: "Eis que Deus é grande, e não o podemos compreender... o fragor da tempestade dá notícias a respeito dele... inclina os teus ouvidos a isto, pára , e considera as maravilhas de Deus." (Jó 36:26-37:14).

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Um Quarto da Riqueza Americana está nas Mãos de 1%!

Um dos problemas mais graves em nossos dias é a desigualdade social. A Bíblia, o livro da igualdade, ensina que esse é um dos sinais da breve volta de Cristo. Ele, que pregou a igualdade, virá para pôr fim as injustiças sociais, com o estabelecimento de um reino igualitário. Um de seus seguidores, o apóstolo São Tiago, escreveu um alerta para os ricos que oprimem os pobres. A menção da “vinda do Senhor” evidencia que sua mensagem está dirigida aos que vivem imediatamente antes desse acontecimento.


“Eia agora, vós ricos, chorai e pranteai, por causa das desgraças que vos sobrevirão. As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão roídas pela traça. O vosso ouro e a vossa prata estão enferrujados; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e devorará as vossas carnes como fogo. Entesourastes para os últimos dias. Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações no dia da matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resiste. Portanto, irmãos, sede pacientes até a vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:1-8).

“Os Estados Unidos são o país mais rico do mundo e seus ricos ganham cada vez mais. Em 2007, último ano que teve dados disponibilizados, os 1% mais ricos aumentaram sua parcela na receita do país para 23,5%, segundo análise das declarações de renda feita por dois economistas, Emmanuel Saez e Thomas Piketty. A concentração de renda da elite atingiu o maior patamar desde 1928. Dois terços dos ganhos do país entre 2002 e 2007 ficaram com os 1% mais ricos, enquanto os 90% mais pobres ficou com apenas 12% do total dos ganhos excedentes.” (ww.opiniaoenoticia.com.br)


Ribamar Diniz

Um Filme Sobre o Espírito Brasileiro


Tamboro, de Sérgio Bernardes

Existe um espírito brasileiro? A alma de um povo? Parecem ser estas as questões que Tamboro, que faz parte do Festival do Rio, procura responder. Um projeto com duração total de quinze anos, é sem dúvida um dos maiores, senão o maior filme sobre o Brasil em todos os tempos. Com uma sucessão de imagens belíssimas, aéreas das cidades e das florestas, planos detalhes da natureza e do fazer humano, closes nos rostos mostrando uma infinidade de tipos, numa sucessão impressionante de planos, com uma riqueza audiovisual poucas vezes vista na história do cinema, o filme mostra o Brasil; mostra numa perspectiva não somente contemplativa, mas de utopia, pensando o futuro.

Em termos de literatura, o filme pode ser comparado a Os Sertões, de Euclides da Cunha, obra dividida entre A Terra, O Homem e A Luta, na tentativa de encontrar uma identidade brasileira. As favelas, as manifestações do folclore, os índios, as faces dos habitantes do país, suas crenças e seu trabalho: O Homem. A natureza, a Amazônia, os pássaros, as flores e árvores, os rios, montanhas e mares: A Terra. A luta dos Sem-Terra, o desmatamento da floresta, os conflitos entre ricos e pobres, a violência, o tráfico de animais silvestres: A Luta.

É claro que a comparação não é simples, uma vez que o filme traz em si traços modernistas, uma utopia de Brasil, mostrando o aqui e agora, mas de olho no futuro. As entrevistas e cenas com personalidades conhecidas mostram um pouco do que é o Brasil e do que se pretende enquanto projeto de nação: Leonardo Boff, Rose Marie Muraro, Aziz Ab´Saber, Ailton Krenak, Seu Jorge, todos eles revelando diferentes perspectivas de Brasil, somados ao depoimento de uma série de outros brasileiros desconhecidos.

Mas, é importante dizer, estas falas e entrevistas são absolutamente econômicas, o que se vê o tempo todo é um discurso de sons e imagens em movimento, bem ao estilo d`O Homem com uma Câmera, de Dziga Vertov, ou Chuva, de Joris Ivens, ambos de 1929. A profusão de imagens (não me lembro de ter visto um filme com tantos planos) cria uma espécie de enciclopédia audiovisual brasileira, mostrando muito do que nunca foi visto sobre o Brasil, ou o que foi visto, mas de forma diferente. Não é uma enciclopédia, pois em cada imagem está a marca do autor, o cineasta Sérgio Bernardes, falecido prematuramente antes do término do filme. Minha visão é a de que ele tinha um material tão rico, não somente nos HDs que continham suas imagens, mas na sua mente, que não conseguiu sobreviver à complexidade das imagens que tinha dentro de si.


Acredito que Àgnes Varda está certa quando diz que o criador audiovisual funciona como a parábola de Jonas e a Baleia: vomita as imagens que estão dentro de si.
Esta obra monumental tem movimentos e ângulos de câmera fantásticos, uma câmera fantasmagórica que voa por cima dos caminhos das florestas e das pessoas. Um projeto faraônico que teve Rosa Bernardes, mulher do cineasta, como produtora, e montagem de Ana Costa, Joaquim Castro, Renato Martins e Alexandre Gwaz, além do próprio Sérgio Bernardes. A direção de arte ficou a cargo de Domenico Lancellotti, e a trilha sonora é de Gulherme Vaz.

Ao assistir esta obra-prima cinematográfica, fico pensando que estamos numa espécie de Momento Brasil. As Olimpíadas, a Copa do Mundo, o Pré-Sal, a própria seca das plantações de cana-de-açúcar na Índia, que fez aumentar o preço do açúcar e incentivou as exportações brasileiras, tudo parece conspirar para a grandeza e para uma nova utopia de Brasil, há muito esquecida pelo que se denominou complexo de vira-lata. Talvez a cultura brasileira realmente tenha algo de singular e maravilhoso, como foi tantas vezes exaltado pelas gerações passadas e que parecia esquecido, ao menos nas últimas décadas.

Mas é preciso pensar estes Brasis, esta utopia de nação, não de cima para baixo nem de fora para dentro, como sempre aconteceu ao longo da História. Segundo Rose Marie Muraro, entrevistada no filme, existem dois caminhos a serem seguidos na vida, totalmente incompatíveis entre si: O amor pelo poder e o poder do amor. Será possível encontrar um caminho que contemple desenvolvimento e justiça social? Tamboro, na língua do povo ingaricó quer dizer: “para todos sem exceção”.


[Nota] Nunca vi o povo brasileiro tão “animado”, tão sonhador como nos últimos anos. O governo Lula parece que conseguiu fazer o que poucos governos conseguem: devolver ao povo a alegria de sonhar. Hoje, cada cidadão desse país continental bate no peito e diz: “Eu tenho orgulho de ser brasileiro. Eu vou seguir crescendo junto com esse país que amo.” Ao visitar um país vizinho (Bolívia) governado por Evo Morales (descendente indígena) percebi como a nossa nação (governada por um ex-operário) é valorizada. Nossos irmãos bolivianos são encantados por tudo que é nosso (nosso futebol, nossa cultura, nossa língua, etc.). O mesmo acontece em outras partes do mundo. E aqui dentro, em cada Estado, começa a acontecer o mesmo: valorização do que é nosso. Que esse momento de utopia siga até a concretização do sonho brasileiro: justiça social para todos.